Atendimento

Presencial e Online

contato@lilianalencar.com

Fale conosco

Portugal

R. Rodrigues Sampaio - Lisboa

Como se adaptar às mudanças de vida? O poder da resiliência

resiliência

Como se adaptar às mudanças de vida? O poder da resiliência

No post Como ajustar a necessidade de controle sobre a sua vida, eu comentei bem rapidinho sobre controle, o poder da resiliência e sobre a importância de ser resiliente para alcançar nossos objetivos e sonhos.

Além disso, nesse post eu conversei com você sobre a necessidade que sentimos de controlar tudo nas nossas vidas e que muitas vezes isso nos afeta de maneira negativa, principalmente nossas emoções.

Agora eu quero conversar um pouco mais com você sobre como se adaptar às mudanças de vida e o poder da resiliência, além de mostrar como ter resiliência pode te ajudar a ter uma vida mais realizada.


1- O que é resiliência?

Normalmente nas nossas vidas situações diversas acontecem. A maneira como lidamos e enfrentamos essas situações pode ter um papel essencial em como vivemos. Aqui entra o poder da resiliência nas nossas vidas.

Além disso, nossas reações perante às situações podem influenciar também nossa saúde mental e nossas emoções.

No texto que citei acima dei inclusive o exemplo de ser um imigrante, e podemos usá-lo aqui também. Uma pessoa que escolhe ser imigrante busca por algum motivo uma experiência fora do seu  país de origem. 

Isso envolve sempre muitas mudanças como por exemplo: 

  • aprender uma nova língua (na maioria das vezes uma língua ou adaptação de linguagem)
  • adaptar-se a uma cultura diferente,  
  • vai conviver com pessoas de culturas e mundos completamente diferentes do seu.

Mudar de país pode ser um sonho ou uma oportunidade incrível que surgiu na sua vida. Em todos os casos, trata-se de uma mudança significativa que mexe com a sua mente e com suas emoções, sem dúvida. 

Além disso, morar em outro país vai ter consequências. Por exemplo, se você tem um emprego estável em seu país, provavelmente você vai precisar sair dele. Também, você vai ficar longe de familiares e amigos, e tantas outras situações.


2- A resiliência é um processo

O que eu quero dizer é que todas essas mudanças, mesmo as que nós escolhemos, exigem uma adaptação. E se não conseguimos nos adaptar, sofremos. Por isso a importância da resiliência.

Resiliência é essa capacidade de se adaptar às mudanças e perdas.
Mas, ser resiliente não significa que você não sente as perdas e as mudanças que acontecem na sua vida.

Psicólogos definem resiliência como o “processo de se adaptar bem” quando ocorrem mudanças, traumas, adversidades ou estresse intenso. Como exemplos temos problemas familiares, problemas financeiros ou problemas de saúde.

Você percebeu que os psicólogos consideram a resiliência um processo?
Isso significa que você vai passar por momentos de dor, de negação, de aceitação na adaptação que você está passando.

Significa também que suas emoções existem e você as sente. E a própria adaptação gera um sofrimento ou uma dor. Isso faz parte da vida.
Por isso, a resiliência é como uma “força psicológica” que a pessoa desenvolve que ajuda ela a passar por situações difíceis e estressantes sem desmoronar e não conseguir agir.

Agora, o que significa ser resiliente? E o que não é ser resiliente?


3- O que é ser resiliente e qual seu o papel nas nossas vidas?

Como vimos acima, a resiliência tem a ver com a capacidade de adaptação que uma pessoa tem frente ao estresse, mudanças, perdas etc.
Mas, ser resiliente não significa não sentir estresse. Também não significa que as dificuldades da vida não ocorrerão ou que as mudanças não irão te afetar.

A verdade é que as pessoas resilientes entendem que existem momentos difíceis na vida, e que muitas vezes são momentos dolorosos e que abalam a existência.
O que ser resiliente proporciona é ter a capacidade de superar e de enfrentar as adversidades. Além disso, a resiliência ajuda você a seguir em frente.

Como no exemplo que eu dei acima, não é fácil ser imigrante.

Já parou para pensar quantas coisas você aprendeu, o quanto se desenvolveu e quantas experiências – difíceis e também maravilhosas – você teve desde que se mudou para outro país?
E quantas vezes você pensou em desistir?
Mas, quando aceitamos o processo com suas dificuldades e com as emoções que elas proporcionam, temos uma grande oportunidade de aprendizado e crescimento pessoal.
E eu entendo que ser resiliente tem muito a ver com isso.

Para finalizar nossa conversa, quero ressaltar que com o tempo a resiliência vai te ajudar a desenvolver sua capacidade de lidar com os problemas e com suas emoções. Além de você conseguir se superar e se desenvolver com eles. 

Um abraço da Lih!

Picture of Lilian Alencar
Lilian Alencar é apaixonada pelo saber e criadora do Método Mente-Livre, revigorou seu blog para desafiar-se e poder contribuir com quem gosta de ler. Defensora incansável da proteção à infância e acredita profundamente na leveza das relações, com parcerias transparentes e sem barreiras de rivalidades entre homens e mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Links Úteis

Localização

Lilian Alencar | Todos os direitos reservados , onde é  expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte sem autorização expressa de 2463000700156 

  | Copyright ©2024 | Feito com muito carinho por nós para chegar até você ♥ 

Esse site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência por aqui. Clique aqui para saber mais.